Hello

Mês: julho 2017

O que é uma mãe abusiva?

mãe abusiva

É praticamente impossível manter um relacionamento harmonioso e funcional com uma mãe abusiva

Uma mãe abusiva é aquela que abusa da autoridade de mãe para subjugar os filhos. A mãe abusiva considera-se superior e acredita ter o direito de tratar os filhos de forma arbitrária por ser a mãe. É praticamente impossível manter um relacionamento harmonioso e funcional com uma mãe abusiva, pois não respeita nem reconhece o valor dos filhos, tal como a sua individualidade, estágio de desenvolvimento e autonomia. Se você desconfia que a sua mãe seja abusiva, seguem as características mais típicas de uma mãe abusiva para ajudá-la a identificar e desmascarar as suas atitudes impróprias:

Não respeita os limites pessoais de seus filhos: invade sua privacidade, apropria-se do que não é seu e não aceita não como resposta.

É egoísta: só pensa em si mesma e não respeita os sentimentos, interesses, opiniões e vontades dos filhos.

Agride os filhos fisicamente: sempre tem uma justificativa “plausível” para descontar a raiva por meio de violência física.

É incapaz de amar os filhos de forma genuína: o seu “amor” e afeto são inteiramente condicionais.

Agride os filhos verbalmente: possui o hábito de criticar e humilhar os filhos de maneira sórdida e cruel.

É emocionalmente negligente: ignora, invalida, banaliza e até descarta os sentimentos dos filhos.

É incongruente: comporta-se de forma inversa aos seus supostos valores e ao que afirma acreditar.

É antagonista: nunca está satisfeita. Faz questão de exibir opiniões contrárias as dos filhos, quer sempre o que não está disponível ou o inverso do que está sendo oferecido.

É manipulativa: usa de agressividade passiva, chantagem emocional, ameaças, culpa e vergonha para punir e persuadir a todos a fazerem somente o que deseja.

Domina as conversações: precisa ser o centro das atenções, não respeita a vez dos outros de falar ou expressar opiniões e tem sempre a última palavra.

Está sempre certa: nunca admite erros de atitude e comportamento e, por isso, usa os filhos como bodes expiatórios. A “verdade” é de acordo com o que acredita e não corresponde necessariamente aos fatos.

Não pede desculpas: embora comporte-se de maneira abusiva e imprópria, não assume responsabilidade por nada do que diz ou faz, tampouco pelas consequências de seus atos. É sempre vítima de uma grande injustiça.

Não confia nos próprios filhos: age de maneira estranha em relação as suas capacidades, sejam no ramo profissional ou pessoal.  Trata-os como se fossem crianças, inexperientes ou incapazes de formular um julgamento independente, adulto e centrado.

Mente descaradamente: não hesita em usar da mentira para compelir os filhos a fazerem o que deseja. Além disso, mente para se proteger e se ausentar das responsabilidades de seus atos.

Projeta as suas inseguranças e defeitos nos filhos: ataca e culpa os filhos pelas suas próprias falhas e vulnerabilidades, seja de caráter, atitude ou comportamento.

É controladora: tudo em relação à família revolve ao redor de seus interesses. Faz o que pode, direta ou indiretamente, e por meio de triangulação para restringir a autonomia e o poder de decisão dos outros envolvidos.

É hostil: tem o hábito de provocar brigas e desentendimentos através de sua atitude fria e antagonista. É muito difícil de lidar e aturar a longo prazo.

É exploradora: acredita que seja obrigação dos filhos sacrificarem-se pelo seu bem-estar. Está sempre tentando tirar proveito de uma situação.

Comporta-se de maneira infantil: exibe comportamentos equivalentes aos de uma criança como se fosse filha e não mãe dos próprios filhos.

Enquanto toda mãe narcisista é abusiva, nem toda mãe abusiva é narcisista. Se você desconfia que a sua mãe seja narcisista, mas ainda não se sente segura, verifique se os seus traços de personalidade se encaixam no perfil da mãe narcisista contido aqui. Também recomendo a leitura do meu livro Prisioneiras do Espelho, Um Guia de liberdade Pessoal para Filhas de Mães Narcisistas para um estudo longo e detalhado do narcisismo materno e seus efeitos. Para um estudo avançado sobre os temas abuso e mãe abusiva, recomendo o meu curso online “O abuso e a negligência”. Neste curso, ofereço uma análise aprofundada das características da pessoa abusiva, exploro os sinais de abuso e negligência na filha de mãe narcisista e sugiro dicas para como lidar com o abuso e a negligência.

Scroll to top