Blog

5 razões dos irmãos não ficarem do seu lado

Se for leitora assídua deste blog e já devorou o meu segundo livro Filhas de Mães Narcisistas, Conhecimento Cura sabe como uso a minha experiência como terapeuta de filhas e filhos de mães narcisistas para ilustrar como o abuso narcisista afeta a saúde mental e os relacionamentos. Uma reclamação frequente é a dificuldade de terem o seu sofrimento reconhecido de forma íntegra pelos irmãos, algo que se torna um grande desapontamento. Para entender isso e libertar-se de outro fardo do legado narcisista, elencam-se 5 razões dos irmãos não ficarem do seu lado:

5 razões dos irmãos não ficarem do seu lado
A filha de mãe narcisista raramente tem o seu sofrimento reconhecido pelos irmãos

1- Carência de amor de mãe: mesmo que amem muito os irmãos, este amor não é páreo para a sua necessidade orgânica de sentirem-se amados e aceitos pela mãe, o que nunca se materializa de forma incondicional e genuína, já que se trata de uma narcisista. Além disso, vivem em um mundo de negação e recusam-se a enfrentar a verdade narcisista; o luto pela perda da mãe no sentido afetivo da palavra fica pendente e contribui para perpetuarem esta carência profunda.  

2- Medo, culpa e vergonha: a mãe narcisista é mestra em chantagem emocional, portanto, usa o medo, a culpa e a vergonha para manipular os filhos a sentirem-se eternamente endividados, dependentes e aprisionados a si. Desta forma, ir contra uma mãe narcisista para defender o irmão ou a irmã que ousa expor o seu comportamento abusivo e impróprio não somente requer estâmina, mas muita coragem.

3- Falta de empatia: é natural para certos filhos e filhas de mães narcisistas terem certa dificuldade de sentirem verdadeira empatia pelos outros, já que foram educados por um indivíduo extremamente egoísta e egocêntrico.  

4- Dependência emocional: como precisam que a mãe se sinta bem para nutrirem um falso senso de segurança interno, os filhos e filhas de mães narcisistas emocionalmente dependentes são incapazes de defenderem alguém de sua presença nefasta, sejam os irmãos ou, até, a si próprios.   

5- Conveniência e crença negativa “sou incompetente”: aquele irmão ou irmã condicionado a acreditar, desde criança, que não é capaz de prosperar ou conseguir administrar a própria vida sem a influência da mãe narcisista e da família tóxica, dificilmente irá desvencilhar-se desse controle e sacrificar os ganhos secundários (ajuda financeira e/ou com os filhos, acomodação grátis etc.) por você ou quem quer que seja.

Para conseguir superar ainda mais outra perda – a da validação e do apoio dos irmãos – recomendo continuar a praticar o luto e a agir de maneira adulta, centrada e emocionalmente autônoma. Lembre-se de que, apesar de sentir-se triste e com raiva da injustiça que ainda sofre, possui o dom da autoconsciência e uma incrível resiliência, os quais lhe permitem traçar uma jornada de crescimento pessoal intensa, autêntica e recompensadora.    

4 comments

  1. Evandro Tsuji disse:

    Prezados,
    Sou casado com uma mulher que possui uma mãe narcisista. Agradeço pelo trabalho extremamente esclarecedor e diferenciado, que muito me ajudou a entender o universo e as dificuldades emocionais inerentes a esse tipo de relacionamento abusivo.
    Felicidades a todos!
    Evandro Tsuji

    1. Erika disse:

      Conhecimento é o começo da cura

  2. Ivanora Cordeiro (Ivi) disse:

    Eu sou filha única de uma mãe narcisista perversa. Na infância e adolescência eu sentia a falta de um irmão ou uma irmã. Mas, hoje em dia sei de tantas famílias tóxicas com uma irmandade desumana, que dou Graças a Deus em ser filha única. Menos mal.
    um grande abraço ,

  3. Irma Conceição Goularte de Freitas disse:

    sou leitora assídua e leio e releio seus livros. Quando termino de reler um, começo novamente o outro. Realmente, os meus irmãos não entendem muito esta minha nova vida, mas tenho uma relação mais ou menos boa com os irmãos homens Com minha irmã, mais moça ficamos um ano sem se ver e falar, pois ela mora longe com minha mãe, e quando nos vemos é briga na certa.

Deixe uma resposta

Scroll to top