Chantagem emocional

A chantagem emocional consiste em uma estratégia de manipulação psicológica e emocional. Quem recorre a isto para conseguir o que quer usa de sentimentos antagônicos como o medo, a obrigação, culpa e vergonha para compelir ou constranger o outro a agir da maneira que deseja ou para servir a seus interesses. Mesmo que não seja manifestada de forma consciente, aberta e sincera, o objetivo da chantagem emocional é o controle e a subjugação.

Narcisistas usam da chantagem emocional para satisfazerem seus egos famintos e incansáveis. A chantagem emocional permite que a mãe narcisista manipule a filha a se dobrar as suas vontades e exigências descabidas. Quando se sente acuada pelo receio de contrariar ou aborrecer a mãe, a filha de mãe narcisista se vê emocionalmente pressionada a se conformar com suas imposições a fim de evitar episódios de mais discussões e desentendimentos. Nas mãos da mãe narcisista, a chantagem emocional torna-se uma tática imbatível e bem-sucedida para a perpetuação do abuso de ordem psicológica/emocional.

Observe como a chantagem emocional vem embutida no discurso da mãe narcisista:

“Se você não vier me visitar este fim de semana, eu vou ficar sem ninguém para me fazer companhia.”

A sua mãe usa da sua boa vontade e amor de filha para que se sinta responsável pelos sentimentos, entretenimento e bem-estar dela, como se coubesse a você fazê-la feliz (Para aprender a superar esta tendência codependente e reaver a sua autoestima, recomendo o meu curso online “A codependência”).

“Natal tem de ser com a mãe, pai, irmão etc. Se você não passar comigo este ano estará quebrando uma tradição de família”

A sua mãe narcisista mascara a vontade dela (controle sobre a sua decisão de onde passar o Natal) com o termo “tradição de família”. Desse modo, incute culpa e a obriga a se submeter a uma regra inflexível e intolerante com a qual você não concorda ou nunca acordou formalmente em seguir (Natal TEM DE ser passado em família, TODOS OS ANOS).

“Que tipo de filha recusa ajuda a própria mãe?”

Outra observação/pergunta retórica baseada em uma “regra” simplista e irracional. Não é dever de nenhuma filha estar permanentemente disponível para atender toda e qualquer necessidade da mãe, seja boa ou má. A intenção deste comentário afetado e disfarçado de pergunta sem resposta é de divergir o foco da conversa da sua liberdade de escolha para as necessidades da sua mãe. É uma tática de manipulação extremamente eficiente, pois toca no ponto fraco da filha de mãe narcisista: a crença de que não é boa o suficiente.

“O(a) seu(sua) irmão(ã) sempre me ajuda.”     

A mãe narcisista joga irmãos uns contra os outros em uma competição pelo “amor” dela. Esta tática nunca falha, pois os filhos raramente se opõem a serem tratados como o(a) favorito(a), visto que sofrem com a negligência afetiva da própria mãe.

“É assim que você retribui todos os sacrifícios que eu fiz por você.”

Mesmo que você não tenha pedido para nascer ou para ter vindo ao mundo como um ser frágil e dependente, a sua mãe narcisista faz com que você acredite que por ser filha dela, deve-lhe a vida e tudo o que tem. Essa suposta “dívida” vitalícia é usada para destacar o suposto martírio e sofrimento de sua mãe, enquanto a sua individualidade e direito à liberdade de escolha são conscientemente descartados.

Se tem dificuldade de posicionar-se com autoconfiança e acredita que é dependente emocionalmente de sua mãe narcisista, recomendo o meu curso online “A dependência emocional”. Neste curso, exploro o que é a dependência emocional, como é observada no comportamento de filhas de mães narcisistas e a relação entre esta vulnerabilidade e o trauma. Para maximizar o seu aprendizado, este curso também inclui estratégias funcionais de como superá-la.

Filhas-de-Mães-Narcisistas-Conhecimento-Cura[1]

eBook Livro Digital – Filhas de Mães Narcisistas – Conhecimento Cura (formato pdf)

 15,79

  • Expanda o seu conhecimento sobre o narcisismo e como se reflete no comportamento de sua família
  • Estude as deficiências parentais da matriarca narcisista
  • Contém relatos de filhas de mães narcisistas e clientes da terapeuta Michele Engelke
  • Explore os problemas de comportamento e saúde mental tipicamente enfrentados por filhas de mães narcisistas
  • Aprenda como superar estes problemas
SKU: Conhecimento Cura (pdf) Categoria:

Avaliações

  1. Rc Cursos Online

    Olá aqui é a Mariana Da Silva, eu gostei muito do seu artigo seu conteúdo vem me ajudando bastante, muito obrigada.

  2. Cursos Online

    Olá aqui é a Carmen Silva, eu gostei muito do seu artigo seu conteúdo vem me ajudando bastante, muito obrigada.

  3. Curso De Tarot

    Aqui é a Camila parabéns pelo conteúdo do seu site gostei muito deste artigo, tem muita qualidade vou acompanhar o seus artigos.

  4. Letícia Almeida Gonçalves

    É desafiador manter um convívio sadio com a mãe narcisista. E quase impossível fazer os demais familiares ver e aceitar que isso existe. É como se mãe narcisista fosse uma fantasia da minha cabeça. Ser incompreendida pra mim é a fase mais dolorosa de todo esse trauma. Pq pra vencer queremos o apoio dos que amamos. Enfim é um desafio atrás do outro

  5. Camila Da Silva

    Sou a Camila da Silva, e quero parabenizar você pelo seu artigo escrito, muito bom vou acompanhar o seus artigos.

  6. Bianca

    Ótimo artigo, muito esclarecedor. Só que tem uma mãe assim sabe o sofrimento que ela causa. Para os outros familiares que são manipulados ou que tem que conviver pois não tem outra forma de sair somos “loucos/sem amor). sofri por muitos anos com uma mãe assim, hoje sou casada e mesmo assim ela tenta acabar com os meus dias, mas mesmo assim eu sigo firme e não deixo mais ela me abalar, por mais difícil que a situação seja.

  7. Ana

    Agradeço e parabenizo as informações aqui colocadas no blog ,minha mãe tem a maioria dessas características, parece que ela se incomoda com a minha felicidade e minha paz de espírito ,quer me fazer de fantoche dela ,só que eu a enfrento ,não permito que as ofensas dela penetre em mim pq sei quem eu sou ! Já sofri mto com isso mais agora não sofro mais 😊 e aquela coisa ou vc fortifica a sua auto estima ou vc se deixa levar pelo veneno e eu fortifiquei minha auto estima e ignoro as coisas que ela fala ! Aí ela já não me atinge mais como antes ! Mais assim que eu puder quero sair de casa e viver mais em paz com liberdade ! E bom cada um no seu quadrado ! Obrigada mais uma vez pelas informações

  8. Manu

    Incrível como tudo o que eu li se encaixa perfeitamente, eu só quero fugir dessa narcisista.

  9. Filipa

    É dificil ter de conviver com uma mãe Narcisista.Depois de muitos anos decidi cortar relações, mas não sem antes de ela destruri a minha relação com a minha irmã, que não reconhece e aceita que há manipulação, pois sempre pôs filhas umas contras as outras.Sou vista como invejosa, porque, a mãe agora gosta mais dela e têm mais orgulho nela.Preocupa-me muito porque chega ao ponto de tentar fazer com que os meus sobrinhos deixem de falar comigo e tenta controlar toda a comunicação, com os meus sobrinhos.Irá fazer o mesmo com os dois irmãos, e minha irmã não vê.Para além de ter inventado mentiras sobre a minha pessoa para o resto da familia, prejudicando a minha reputação, a familia (tios,tias, primos/as…..)deixaram de me falar.

  10. Nara

    Mimha mãe é tudo do jeito q está.escrito ai em cima…parece q ela me odeia e se incomoda com a minha felicidade…quando eu fico triste ela está alegre e quando to feliz ela fica furiosa…tenta destruir meu casamento e tenta por meus filhos um contra o outro..tenta fazer meu marido me detestar…em fim ela faz da minha vida um inferno…mas su nao me abalo mais pelas ofensas a ela diz…sei q o Senhor vai tirar ela da minha casa 🙌🙌

  11. Patrícia

    Hoje sei que tudo o que passei com a minha mãe, tem um nome “mãe narcisista” me brindei com o passar dos anos com o Afastamento dela com minha família, que mesmo não tendo tanto ctt quando nos encontrarmos a mãe narcisista aparece, Hoje Eu luto, com a ajuda de Deus para que minha filha não sofra como eu, e sempre falo pro meu esposo me vigia para que eu não seja como minha mae foi e é comigo! Obrigada.

Adicionar uma avaliação

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to top