Mãe Narcisista

“Será que eu sou filha de mãe narcisista?”

Se você acha que a sua mãe é narcisista, a probabilidade de você estar certa é muito grande. Não há melhor especialista no narcisismo materno do que filhas de mães narcisistas. A experiência de muitos anos de convivência com uma mãe narcisista vale mais do que mil diagnoses.

Se a sua mãe for narcisista, ela nunca admitirá ter qualquer tipo de problema. Como ela sempre tem uma justificativa para seu comportamento abusivo, dificilmente procurará tratamento psicoterápico. Já que você não pode contar com a “sinceridade” da sua mãe, cabe a você ir atrás da verdade.

Por isso, é preciso que você entenda que, como filha de mãe narcisista, o seu problema não é a falta de diagnose, mas a falta de informação sobre o narcisismo materno. Em outras palavras, você precisa se armar de fatos a respeito do narcisismo para se tornar capaz de associar a atitude da sua mãe com o transtorno de personalidade narcisista.

Com o intuito de ajudar você a contextualizar o comportamento da sua mãe na realidade do narcisismo, seguem algumas considerações sobre o narcisismo materno para a sua avaliação.

Verifique abaixo os comportamentos de uma mãe narcisista e veja se sua mãe se encaixa no perfil:

  • O humor da sua mãe oscila por períodos de altos e baixos com grande frequência. Quando pensa em sua mãe, você não associa a imagem dela a uma base emocional estável e segura.
  • Você habitualmente se sente responsável por como a sua mãe sente e se vê facilmente manipulada por suas chantagens emocionais.

    mãe narcisista
    A mãe narcisista é a dona da verdade.
  • A sua mãe só lhe trata bem quando quer ou precisa de algo de você. Quando ela se aproxima de forma afável, você sabe que suas boas maneiras são motivadas por interesses específicos.
  • Perante a sua mãe você não tem voz. Vale somente as vontades e os interesses dela. Os “direitos” da sua mãe sempre prevalecem sobre os seus e dos outros membros da sua família. O seu único direito de filha “é o direito de não ter direitos”.
  • A sua mãe comporta-se de uma forma diante de outras pessoas e muda dentro de casa com a família. Enquanto na frente dos outros, age como mãe normal; a sós, com você, é amarga, fria, inacessível e desinteressada.
  • O que a sua mãe diz não se escreve, pois é dissimulada e mente descaradamente. Ela mente, sobretudo, para acobertar seus ataques verbais a você, como também para manter uma imagem de superioridade e perfeição.
  • A sua mãe tende a questionar, invalidar, desvalorizar e a descartar os seus talentos e conquistas. Enquanto a sua mãe a menospreza, ou age de forma indiferente em face de seus talentos, superestima as próprias “qualidades” de maneira exagerada.
  • Ao lado da sua mãe, você se sente incapaz e incompetente, como se fosse uma criança inexperiente e despreparada. Você nunca consegue fazer nada de bom o suficiente para a sua mãe. Tudo o que ela faz é sempre melhor.
  • A sua mãe está sempre envolvida, de uma forma ou de outra, nos diversos dramas que colorem a sua vida em família. Mesmo quando seguidamente no centro de disputas familiares, ela é sempre a vítima de uma grande injustiça.
  • A sua mãe passa por episódios de intensa raiva, em que profere palavras ásperas para extravasar seu descontentamento e amargura. Nesses momentos, quem estiver por perto é atacado verbalmente de modo brutal. A sua mãe abusa de você por meio de palavras, fazendo você se sentir pequena, só, insegura e depreciada.
  • Você sabe que não pode contar com a sua mãe quando necessita de apoio emocional, afetivo, psicológico e financeiro. Você sabe que não pode confiar na sua mãe quando nos seus momentos mais vulneráveis, pois ela trai a sua confiança usando das suas fraquezas contra você.
  • A sua mãe não evolui emocional e psicologicamente com a idade. Mesmo quando mais velha e tecnicamente mais experiente, a sua mãe mantém os mesmos valores inflexíveis, infantis e superficiais do tempo em que você era criança.
  • A sua mãe é obcecada com a imagem. Para ela, é muito mais importante parecer do que se sentir bem. Ela faz tudo para emanar uma imagem de perfeição, ainda que esteja dominada por sentimentos negativos intensos, como a inveja, a insatisfação, a insegurança e a raiva.

Se você se identifica com essas colocações e gostaria de adquirir mais conhecimento sobre o narcisismo materno, eu recomendo muito o meu livro digital Prisioneiras do Espelho: Um Guia de Liberdade Pessoal para Filhas de Mães Narcisistas.

O Prisioneiras do Espelho a ajudará a entender o que há por detrás do comportamento transtornado da sua mãe e de como essa atitude afeta você. O meu livro também inclui dicas super práticas para acabar com o abuso narcisista e reconstituir a sua autoestima.

Para baixar o livro digital, clique aqui