Narcisista Perverso

O termo narcisista perverso é usado para caracterizar a manifestação mais extrema do transtorno de personalidade narcisista.

O narcisismo, como os demais transtornos de personalidade, é identificado ao longo de um contínuo, ou seja, de “normal/benigno” (baixa intensidade) a “patológico/maligno” (alta intensidade). Quanto mais traços narcisistas, maior a proximidade do extremo patológico. Por isso, é possível comparar narcisistas, ou julgar uma mãe narcisista em particular, por exemplo, como “mais narcisista” ou “pior/mais difícil” do que outra.

narcisista perverso
A mãe narcisista perversa tem 2 transtornos de personalidade.

Pessoas normais possuem um nível razoável de narcisismo, que é perfeitamente aceitável, sobretudo nos estágios iniciais de desenvolvimento, além de necessário para garantir o mínimo de autoestima e amor-próprio. Não é prejudicial nesta medida já que não interfere negativamente com o bem-estar psicológico e emocional do indivíduo, tampouco com a qualidade de seus relacionamentos.

Quando a intensidade do narcisismo não diminui com o tempo e as atitudes egoístas e egocêntricas se tornam mais marcantes e persistentes, o efeito produzido tanto em quem as exibe como naqueles com os quais interage é mais dramático, indicando a presença de um transtorno de personalidade.

Contudo, nenhum narcisista se destaca com tanta facilidade do que o narcisista perverso. O narcisista perverso não possui apenas um transtorno de personalidade, mas dois: o narcisista e o antissocial.

A desestruturação de sua personalidade é tão grande e sua falta de empatia tão extrema que exibe comportamentos condizentes com a sociopatia e a psicopatia.

Imagine uma mãe narcisista difícil (individualista, controladora, com complexo de superioridade) e multiplique sua toxicidade dez vezes. Como o narcisista maligno não tem consciência alguma, é desprovido completamente de empatia de uma maneira desumana e perversa. É perigoso porque é sádico e malévolo sem se preocupar com o efeito que seus atos provocam em sua autoimagem.

Enquanto a mãe narcisista difícil é motivada pelo medo de ser exposta e se preocupa com que os outros pensam, a mãe narcisista maligna acredita que ninguém é importante o suficiente para divergir de suas necessidades, sejam elas quais forem. Desta maneira, o abuso que infringe em suas vítimas é muito mais intenso e danoso, visto que vê os outros – literalmente – como objetos a serem explorados e descartados.

Como o narcisismo maligno é incurável e perigoso para a saúde física, psicológica e emocional de quem tem uma conexão direta com este tipo de indivíduo, se você acredita que a sua mãe seja narcisista maligna, eu recomendo muito tratamento psicoterápico.